Header image  

No Dia mais Claro, Na Noite Mais Densa, O Mal Sucumbirá Ante A Minha Presença

Todo O Que Venera O Mal Há De Penar, Quando O Poder Do Lanterna Verde Enfrentar!

 
line decor
    ::  
line decor
   
 
INIMIGOS RELACIONADOS

 
  TATUADO

IDENTIDADE E HABITAÇÃO: Abel Tarrant

PODERES: Ao tocar uma de suas tatuagens, a mesma tornava-se real em tamanho natural e atacava ou agia segundo a vontade do vilão; por exemplo: se era uma caravela de guerra, o canhão atirava munição real.
ÚLTIMO DESTINO: Uma de suas últimas aparições foi no funeral de Hal Jordan, velando o corpo do herói que ele aprendera a respeitar anos depois. Aparentemente, realmente abandonou a vida do crime.
CONFRONTOS: 1º confronto com Hal Jordan em GREEN LANTERN 23 - 1963: foi derrotado e preso.
HISTÓRIA: Criminoso norte-americano branco de cabelos castanhos e olhos azuis. Quando ainda era jovem, entrou uma certa vez numa loja de tatuagens e aplicou em si diversas tatuagens de desenhos variados. Trabalhava como marinheiro, mas após dar baixa, converteu-se num assaltante. Numa determinada noite, resolveu invadir um laboratório, para roubar a folha de pagamento. O alarme foi ativado e, assustado, Tarrant deixou sua lanterna cair. Completamente na escuridão, tropeçou e caiu em cima de produtos químicos; apalpando um dos recipientes, pensou ser uma bomba, mas ao ver que não era, desejou que ele tivesse uma bomba ali, para abrir caminho pela parede para fugir. Neste instante, uma parte do líquido tomou forma sólida e converteu-se numa bomba, a qual ele usou para explodir a parede e escapar da polícia.

No dia seguinte, voltou ao laboratório, disfarçado de repórter e embebeu o máximo de líquido que podia em esponjas e levou para estudar mais tarde. Em sua casa, aprendeu que se pensasse num objeto, ele se formaria em contato com o líquido. Para facilitar, pintou diversas tatuagens na forma de armas e diversas coisas destrutivas, utilizando o líquido e preparou-se para uma vida de crimes como o Tatuado.

Em seu 1º confronto contra o Lanterna Verde, conseguiu superá-lo, por produzir tatuagens com base amarela, contra as quais o anel energético era imune. Mas fora derrotado em seguida.

Durante um tempo, fez parte da Gangue da Injustiça; após uma derrota fragorosa nas mãos da Liga da Justiça, voltou a atuar sozinho; conseguiu roubar uma fortuna, que, sem saber, pertencia a Áureo, um dos grandes do crime organizado. A partir daí, passou a ser implacavelmente perseguido pelo vilão, através de seus capangas e dos poderes telepáticos de Stanley, que trabalhava pra Áureo. Ao mesmo tempo perseguido pelo Lanterna Verde, conseguiu escapar, mas fora pego numa emboscada pelos homens de Áureo e baleado. Hal Jordan constatara, através dos poderes do anel que ele estava morto.

Contudo, o vilão não morrera; tivera uma parada cardíaco-respiratória momentânea, mas depois reaveu a consciência. Alguns anos depois, desejando não mais se meter na vida de crimes, abriu um salão de aplicação de tatuagens, no qual, para seu azar, um de seus clientes fora o Lanterna Verde Guy Gardner, que o provocou para que tornasse a usar seus poderes.  Perseguindo Gardner pela costa marítima, encontra Hal Jordan que  apenas o confunde criando ondas no mar, que o jogam na praia. Querendo voltar para continuar atacando Gardner, vê que ambos se afastaram. Mais calmo, consegue emprego como pescador de caranguejos, ainda desejando não mais voltar a ser um criminoso.