Header image  

No Dia mais Claro, Na Noite Mais Densa, O Mal Sucumbirá Ante A Minha Presença

Todo O Que Venera O Mal Há De Penar, Quando O Poder Do Lanterna Verde Enfrentar!

 
line decor
    ::  
line decor
   
 
INIMIGOS RELACIONADOS

 
  DOUTOR POLARIS

IDENTIDADE E HABITAÇÃO: Neal Emerson.

PODERES: Gera campos magnéticos de variadas intensidades com seu próprio corpo, capaz de inutilizar equipamentos diversos, como os anéis energéticos. Produz campos magnéticos capazes de teleportar o que ele desejar de uma até outra localidade.
ÚLTIMO DESTINO:
CONFRONTOS:

1º confronto contra Hal Jordan em GREEN LANTERN 21- 1963: derrotado pelo Lanterna Verde e entregue à Polícia.

2º confronto contra Hal Jordan em GREEN LANTERN 46- 1966: com novo uniforme (2ª figura abaixo), é atacado por Hal Jordan e aparentemente o mata disparando com sua arma magnética.

3º confronto contra Hal Jordan em GREEN LANTERN 47- 1966: Sendo teleportado ao futuro, Jordan é revivido e ao regressar ao presente, nocauteia Polaris derrotando-o.

4º confronto contra Hal Jordan em GREEN LANTERN 65- 1968: Neal Emerson consegue o controle de seu alter ego, mas o mesmo vem à tona influenciado pela radiação do estranho meteoro. Derrotado por Jordan, o alter ego desaparece, permanecendo apenas o cientista.

HISTÓRIA: Investigador e formado em medicina, tinha grande interesse pelo funcionamento do magnetismo e era menosprezado por seus parentes e seus colegas de faculdade. Resolveu um dia mostrar a todos sua superioridade. Avançando em suas pesquisas, descobriu que a exposição aos campos energéticos magnéticos lhe dariam mais energia. Diariamente colocava-se entre 2 poderosos eletroímãs, fazendo com que paulatinamente o magnetismo se tornasse parte de sua genética. Mergulhando cada vez mais profundo nos segredos do magnetismo, fez segredo de suas descobertas até que chegasse a conhecer a totalidade de tudo. Aí, então, pretendia mostrar aos demais cientistas que o desprezavam, sua superioridade.

Quando Emerson estava finalmente pronto para mostrar ao mundo seu trabalho, passou a divulgar os benefícios da saúde através do magnetismo, a fim de ser bem recebido pela opinião pública. Adotou o pseudônimo de "Dr. Polaris", em relação à estrela Polaris, do hemisfério norte, para onde todas as bússolas imantadas apontam. Com uma personalidade vibrante e simpatia, ganhou os bons préstimos da opinião pública; passou a demonstrar em doentes pobres a verdade de suas descobertas. Com um simples toque seu, muitos doentes curavam-se, após terem seus pólos magnéticos corpóreos rearranjados pela capacidade latente de Polaris.

Contudo, Emerson acreditou que tinha absorvido demasiada energia magnética. Olhando-se em um espelho, acreditou ter visto um olhar maligno estampado em sua face. Podia sentir mudanças dentro de si, como uma grande cobiça de poder e riquezas para si mesmo. Lutando contra esta segunda personalidade maligna emergente, tentou anular a ação magnética em seu corpo banhando-se com energia invertida dos ímãs durante um bom tempo, mas os tratamentos não podiam ajudar-lhe, pois a personalidade maligna já havia impregnado-se em sua genética e estava em expansão.

Continuando com suas apresentações em favor da saúde, criou para si um traje especial que usava quando se apresentava como Dr. Polaris. Numa apresentação de caridade, contudo, sua personalidade maligna tomou conta e ele roubou todo o capital conseguido e escapou. Com isto chamou a atenção para si do Lanterna Verde Hal Jordan. No 1º combate, fora nocauteado e desmaiara. No hospital, Jordan tentou sondar sua mente com o anel, mas encontrou forte resistência. Após recuperar-se, Polaris escapou do hospital e foi perseguido por Jordan.Desta vez Polaris atacou aumentando o campo magnético em torno de Hal, fazendo com que ele se tornasse um grande ímã vivo e atraísse pra si toda sorte de objetos de metal e ferro, inclusive vigas, bigornas e ferramentas pontiagudas. Isto deu tempo para que Polaris escapasse de novo, mas foi capturado pelo herói esmeralda numa emboscada, pois este fizera com que Polaris acreditasse que ele estivesse morto. Fora preso numa cela sem nenhum tipo de objetos metálicos e sem barras. No transcorrer dos anos, vivia uma sucessão de trocas de personalidades, e quando a maligna imperava, enfrentou Hal Jordan mais duas vezes e algumas vezes a Liga da Justiça.

Após o final da Crise nas Infinitas Terras, estranhamente diferente de todos os demais vilões da Terra, Polaris consegue se lembrar da Crise. Assim que descobre sobre a formação da Tropa dos Lanternas da Terra, une forças com Nulo, Densidade e um estranho chamado Polestar. Sonar, Acelerador e Ponto Cego também se juntam à super-quadrilha. O primeiro ataque do grupo à Base dos Lanternas é frustrado. A seguir, tenta resgatar o corpo sumido de Hector Hammond da ilhota, e lá enfrenta novamente 3 dos Lanternas, junto com Densidade, Acelerador e um estranho chamado Vagão. Como John Stewart fora ferido por Vagão, a Tropa abandona a luta para cuidar de Stewart. No 3º encontro com a Tropa, em Madora a mesma é derrotada com a ajuda do Dr. Ubix. Após entrar em divergências com Ubix, Polaris ameaça atacá-lo, mas é colocado em estase pelo novo vilão. Consegue escapar do estase quando Ubix perde a concentração, mas todos os Lanternas também escapam e ele também segue o exemplo, saindo de cena e tornando-se um foragido.