Header image  

No Dia mais Claro, Na Noite Mais Densa, O Mal Sucumbirá Ante A Minha Presença

Todo O Que Venera O Mal Há De Penar, Quando O Poder Do Lanterna Verde Enfrentar!

 
line decor
    ::  
line decor
   
 
INIMIGOS RELACIONADOS

 
  PIRATA CELESTE

IDENTIDADE E HABITAÇÃO: Identidade desconhecida. Não possui moradia fixa.

PODERES: Não possui super-poderes. É um experiente navegador e hábil espadachim. Possui um arsenal de piratas baseado em instrumentos, incluindo uma nave com a aparência de um navio que tinha a capacidade de produzir nuvens para camuflar-se. Possuía também uma pistola de pederneira que atirava tanto munição quanto gases químicos.
ÚLTIMO DESTINO: preso após ter sido derrotado pelo Lanterna Verde. Não se ouviu mais falar nele depois disso.
CONFRONTOS:

1º confronto com Alan Scott em GREEN LANTERN 27 - 1947: preso após enfrentar o Lanterna Verde e ser derrotado.

2º confronto com Alan Scott em COMIC CAVALCADE 25 - 1948: escapa da prisão e, achando que o herói estava morto, é pego de surpresa e novamente preso.

HISTÓRIA:

O Pirata Celeste apareceu pela 1ª vez nos céus de Gotham City em 1947. Seu 1º crime tornado público, foi quando ancorou seu navio alado ao lado de uma cobertura num prédio de um milionário da cidade. Enquanto seus colegas piratas abordavam e roubavam trudo que encontravam, lá do solo eram vistos por Alan Scott e Doiby Dickles que resolveram investigar. A dupla perseguiu o navio do Pirata e, enquanto Doiby enfrentava os capangas do vilão, este colocou Alan Scott à nocaute atirando nele com uma pistola antiga que, ao invés de chumbo, expeliu gás. Em seguida, o vilão aprisionou-os um em cada ponteiro do gigantesco relógio da torre da cidade. Quando os ponteiros se aproximassem, eles seríam esmagados. Ambos se libertaram graças ao anel de Scott emperrar o maquinário do relógio, mas o vilão escapara. Havia partido diretamente para roubar outro milionário. Ao chegar perto de sua casa, deixou um saco de dinheiro balançando à vista do homem. Sua ganância por dinheiro fez com que ele agarrasse o saco e imediatamente fosse fisgado para o Holandês Voador, o navio do Pirata Celeste. À bordo do navio, o vilão afirmou que o libertaria, desde que ele assinasse um documento passando toda sua fortuna para o Pirata. O velho milionário recusou e o vilão ameaçou matá-lo. Nesse momento chega o Lanterna Verde. Para escapar, o Pirata lança o milionário ao mar, apostando que o herói fosse salvá-lo. Quando Scott decide salvá-lo, o vilão aproveita para novamente escapar.

De volta ao local do crime, Alan Scott nota uma nuvem se movendo em direção contrária ao vento. Chega mais perto para investigar e descobre que o navio estava envolvido por uma nuvem de camuflagem. Resolve seguir a nave até seu destino, uma montanha. Lá, enquanto Doiby entra numa escaramuça com os capangas, Scott novamente persegue o vilão até o mesmo entrar num elevador e mandar subir. Quanto mais subia, mais forte ele ficava, na luta corporal com Scott. Ao perceber isso, Alan manda o elevador descer até o térreo, causando efeito oposto no vilão. Ele ía enfraquecendo cada vez mais, até ser acometido por um ataque de pânico, sendo derrotado pelo herói. É que o vilão tinha pavor mortal de subterrâneos, e foi exatamente porisso que ele investiu na tecnologia de sua nave, para sua vida de crimes nas alturas. Em seguida o vilão foi entregue à polícia, para ser devidamente preso.

Logo o vilão estava novamente solto e reconstituiu sua gangue. Descobre que 2 exploradores descobriram um metal raro de efeito antigravitacional no pico do Monte Everest. Para se livrar do Lanterna Verde, planeja disfarçar-se de psiquiatra e, conversando com o Lanterna Verde, o convence que suas recentes dificuldades de se manter em vôo eram decorrência de alturafobia, o medo de alturas. Na verdade, o vilão utilizava-se de um ventilador gigante no alto de um prédio, que criava uma forte corrente de ar que derrubava o herói. Com Alan Scott com medo de deixar o solo, o vilão tem caminho livre para partir em busca dos exploradores e se apoderar de suas descobertas. Após sequestrá-lo, o vilão é perseguido pelo herói esmeralda, após sua farsa dos ventiladores ter sido descoberta. Na luta com os bandidos, Alan e Doiby foram superador e amarrados junto com a fila de um dos exploradores num pedaço de metal antigravitacional. com isso, todos começaram a subir sem parar até passarem do limite das nuvens. Com o ar respirável já diminuindo, Alan consegue libertar a todos com seu anel e retorna a Gotham, onde encontra o Pirata Celeste contando seus espólios com sua gangue. Achando que o heróis estava morto, o vilão não se preocupava mais em esconder-se. Todos foram pegos despreparados e foram facilmente derrotados pelo herói. Em seguida, o vilão foi novamente preso.

Além desses 2 confrontos, em algum momento, Pirata Celeste foi recrutado pelo vilão Per Degaton para enfrentar o Esquadrão Invencível da 2ª Guerra, mas com a derrota do nazista viajante do tempo, todos os vilões aliados seus foram devolvidos às suas épocas, e isso incluía o Pirata Celeste. Depois dessa 2ª prisão do vilão, ele saiu de cena e não mais se ouviu falar nele.