Header image  

No Dia mais Claro, Na Noite Mais Densa, O Mal Sucumbirá Ante A Minha Presença

Todo O Que Venera O Mal Há De Penar, Quando O Poder Do Lanterna Verde Enfrentar!

 
line decor
    ::  
line decor
   
 
INIMIGOS RELACIONADOS

 
  LORDE MALVÓLIO

IDENTIDADE E HABITAÇÃO: Nascido na Terra, atua no setor espacial 1634

PODERES: Sua mente desequilibrada fazia o anel gerar níveis de poder altíssimos até para os padrões de Lanternas Verdes como Hal Jordan. Era praticamente invencível.
ÚLTIMO DESTINO: Apesar de todo o poder, era incapaz de sair da região setorial onde estava confinado. Continuou confinado a região do setor 1634, contudo, sem estação espacial e sem seu anel. Nunca mais se ouviu falar dele. Mas, de alguma forma, seu desejo se concretizou, pois foi através do anel de Malvólio que Hal Jordan enlouqueceria e cometeria o extermínio dos principais da Tropa e dos Guardiões, na saga CREPÚSCULO ESMERALDA.
CONFRONTOS: EM CONSTRUÇÃO
HISTÓRIA: Humano excessivamente musculoso, forte e alto, branco de cabelos castanhos claros. Filho de mãe terrestre e pai alienígena do setor 1634. A mãe morrera no parto e o pai era Lanterna Verde do referido setor e ensinou ao filho tudo que sabia. Extremamente desequilibrado mental, matou o próprio pai enquanto dormia e usurpou o uso do anel. Com o poder, viajou até o setor natal de seu pai e passou a viver lá.

Lutou intensamente contra SACERDOTE, o novo Lanterna Verde do setor que sucedeu a seu pai. Derrotado, fora aprisionado numa região afastada do setor espacial. Contudo, montou uma estação espacial toda feita de ouro com uma gigantesca bateria esmeralda dentro que era objeto de adoração pelos habitantes locais de onde  monitorava todo seu setor.

Nesta monitorização constante, Malvólio detectou a presença de um Lanterna Verde no setor, HAL JORDAN, e conseguiu interceptá-lo em sua viagem espacial, trazendo-o até sua base de operações. Seu plano era contar com a ajuda de Jordan para destruir o Sacerdote, vingando-se de sua prisão. Ao se deparar com a recusa de Jordan, começa a perseguí-lo e atacá-lo sem restrição. Destrói toda sua estação espacial com todos seus servos, escravos e adoradores dentro. Após ser atacado e espancado continuamente por Jordan, Malvólio espera que esta lhe dê as costas para sacar uma pistola de rajadas amarelas e com ela destrói o anel de Jordan. Após um período de perseguição ao Lanterna da Terra,  fora alvejado no peito com uma flecha amarela improvisada por Jordan, que o nocauteou e deixou desacordado. Como aparentemente morrera, Hal Jordan tomou seu anel e passou a usá-lo como se fosse dele daí pra frente e foi embora. Momentos depois, o vilão ergue-se, revelando tudo ter sido um plano para que Jordan vagasse pelo espaço com o anel de Malvólio e que, no futuro, pudesse ser-lhe útil numa vingança contra Sacerdote e os Guardiões do Universo.