Header image  

No Dia mais Claro, Na Noite Mais Densa, O Mal Sucumbirá Ante A Minha Presença

Todo O Que Venera O Mal Há De Penar, Quando O Poder Do Lanterna Verde Enfrentar!

 
line decor
    ::  
line decor
   
 
INIMIGOS RELACIONADOS

 
  ESTRELA MALIGNA

IDENTIDADE E HABITAÇÃO: Identidade secreta desconhecida. Natural do planeta Aoran, no setor 2814.

PODERES: Estrela Maligna tem uma mente brilhante ainda que torcida, e sua principal arma é o bracelete estelar. Esse dispositivo extrai a energia das estrelas para prolongar a vida útil do Estrela Maligna, voar, criar explosões de força ou luz sólida; produzir construtos como um anel de Lanterna Verde, e os poderes dos Estrelinhas são versões em miniatura do vilão, pois possuem força sobre-humana e invulnerabilidade, e estão sob seu controle completo. Os Estrelinhas necessitam dos comandos diretos do Estrela Maligna para funcionar, e ficam sem rumo, se ele estiver inconsciente. Se Estrela Maligna for mantido longe da luz das estrelas por um período prolongado, os seus poderes desaparecem.
ÚLTIMO DESTINO: permanece aprisionado.
CONFRONTOS:

1º confronto: GREEN LANTERN 37/1965: derrotado por Hal Jordan e preso em Oa.

2º confronto: GREEN LANTERN 44/1966: conseguiu escapar das ciencelas, mas é novamente derrotado com luta corporal e novamente preso, dessa vez seu bracelete estelar foi confiscado.

HISTÓRIA:

large product photoDecidido a descobrir o segredo da vida eterna, um cientista do planeta Aoran desenvolveu o bracelete estelar, um dispositivo que iria prolongar o tempo de vida do usuário, utilizando a energia das próprias estrelas. No entanto, o cientista não contava com a possibilidade de efeitos colaterais. O dispositivo distorcia o caráter do usuário eo fazia desejar apenas cometer atos malignos.

Anos mais tarde, já como Estrela Maligna, riu maldosamente quando viu sua esposa e filho envelhecendo, e ele permanecendo jovem. Ocasionalmente, ele tirava a banda estelar e cessava de querer cometer atos maus. Mas seu medo obsessivo da morte sempre o fazia utilizar novamente o dispositivo.

O povo de Aoran já não podia mais suportar sua maldade. Lutaram contra ele e ele dizimou toda a civilização de seu planeta nativo. Procurando novos mundos para conquistar, Estrela Maligna percebeu que logo teria de eliminar os Guardiões do Universo que naturalmente se oporíam a ele. Apesar de seu bracelete estelar ser uma arma de um potencial quase ilimitado, Estrela Maligna também produziu cinco Estrelinhas: clones artificiais, do tamanho de anões, de mente estúpida mas tão fortes como o próprio vilão e totalmente invulneráveis.

Assim armado, Estrela Maligna atacou os Guardiões, mas acabou derrotado por Hal Jordan. O vilão escapou em várias ocasiões, mas a cada vez que ele lutava contra o Gladiador Esmeralda, era derrotado e aprisionado.

Quando Bateria Central de Oa implodiu depois da execução do renegado Sinestro, Estrela Maligna foi um dos muitos criminosos que escaparam da prisão interestelar em Oa. Enquanto Hal Jordan estava ocupado em Oa, Estrela Maligna fugia para a Terra e juntou forças com Áureo. Mesmo unidos os 2 vilões não foram capazes de derrotar seu inimigo comum: Hal Jordan. Enquanto Goldface escapava, Estrela Maligna era novamente capturado e colocado em uma comunidade de reabilitação supervisionado pelos Guardiões.

Algum tempo depois, Estrela Maligna seria transferido para uma prisão de segurança de baixo nível para mais reabilitação. Ele estava conseguindo grandes progressos em renunciar seus maus caminhos e seu desejo de imortalidade e poder foi dando lugar a sentimentos de culpa e remorso. Infelizmente, durante um procedimento de tratamento experimental, o seu subconsciente adormecido ressurgiu ao ver os Estrelinhas que surgiram para libertar seu mestre. Após a sua fuga, os Darkstars e os Lanternas Verdes foram convocados para prender o criminoso. Após uma batalha com ele e seus Estrelinhas, finalmente o vilão foi derrotado e levado sob custódia.

Com a Vingança do Submundo, Estrela Maligna foi libertado pelo demônio Neron, e recebeu Estrelinhas aperfeiçoados. Mesmo assim, ele foi derrotado mais uma vez por Ferrin Colos e Guy Gardner, sendo novamente preso.