Header image  

No Dia mais Claro, Na Noite Mais Densa, O Mal Sucumbirá Ante A Minha Presença

Todo O Que Venera O Mal Há De Penar, Quando O Poder Do Lanterna Verde Enfrentar!

 
line decor
    ::  
line decor
   
 
INIMIGOS RELACIONADOS

 
  TROPA DOS ANTI-LANTERNAS VERDES

IDENTIDADE E HABITAÇÃO: Planeta Qward, antítese de OA do Universo Negativo

PODERES: Seus anéis de poder eram alimentados a cada 24 horas por uma bateria central, situada no centro do planeta. Como eram feitos de energia negativa, se um Lanterna Verde fosse atingido pelas rajadas de seus anéis, morria instantaneamente com muito sofrimento, sem capacidade de proteção energética. O anel era capaz de absorver a energia de um anel esmeralda.
ÚLTIMO DESTINO: A Anti-Tropa só conseguiu ser destruída pelos Lanternas Verdes, após Hal Jordan, Arísia e Katma Tui infiltrarem-se até o interior do planeta e sobrecarregar a bateria central, destruindo-a. Isto causou a destruição em cadeia de todos os guerreiros da Anti-Tropa.
CONFRONTOS: EM CONSTRUÇÃO
HISTÓRIA: Criação do exército qwardiano e dos mesmos cientistas que melhoraram geneticamente STINLLI, este grupamento era formado por guerreiros de anti-matéria, criados geneticamente com a aparência de sub-humanos. A inteligência qwardiana levou quase 100 de seus anos aperfeiçoando a tecnologia de seus anéis e de sua bateria central, a fim de funcionar com energia negativa qwardiana. Contudo, uma falha grave eles não conseguiram contornar: o anel exigia total força mental de seus usuários; assim sendo, ao final da carga de 24 horas, toda a energia mental era drenada e seu usuário morria. Para que conseguissem copiar a idéia de diversos anéis funcionarem pela energia de uma bateria central, no passado conseguiram capturar um Lanterna Verde derrotado, mas ao tentar retirar o anel de seu dedo para ser analisado  melhor, ele teleportou-se automaticamente de dimensão e retornou a Oa. Seus guerreiros eram totalmente desprovidos de qualquer sentimento, a não ser ódio pela Tropa de Lanternas. Este ódio os estimulava a darem suas vidas na batalha. Com um poder extremamente perigoso, os guerreiros, contudo, não primavam pela inteligência e, apesar de um poderio semelhante ao da Tropa, poderiam ser derrotados pelo planejamento e tática de batalha. No entanto, o imenso número de guerreiros recrutados fazia com que tivessem a vitória no final, pois lutavam sem escrúpulos, até de forma suicida. No combate, 100 Lanternas Verdes contra mais de 2 mil anti-Lanternas, muitos tombavam, mas sua tática de ataque suicida fez com que 3 Lanternas Verdes morressem em combate.