Header image  

No Dia mais Claro, Na Noite Mais Densa, O Mal Sucumbirá Ante A Minha Presença

Todo O Que Venera O Mal Há De Penar, Quando O Poder Do Lanterna Verde Enfrentar!

 
line decor
    ::  
line decor
   
 
VILÕES RELACIONADOS

 
   
ANEL AMARELO DE SINESTRO


ORÍGEM: O anel utilizado por Sinestro possui o mesmo mecanismo de funcionamento dos anéis dos Lanternas Verdes. A diferença é que o anel de Sinestro é composto unicamente pelas impurezas malignas de cor amarela provenientes de Qward, o planeta antítese de Oa, situado no Universo Negativo.

HISTÓRIA: 1º ANEL: Surgiu em GREEN LANTERN 9 - 1961. Aprisionado por Hal Jordan em Qward numa redoma de energia esmeralda, Sinestro retira o anel secretamente guardado em seu cinto e consegue libertar-se esgotando a energia da redoma. Em seguida, quando Jordan carregava seu anel, mantém-no preso pelo anel na bateria e aprisionado numa jaula amarela. Sinestro consegue converter plasticamente seu corpo à forma de Jordan a fim de enganar os demais Lanternas Verdes numa reunião em Yquem e cria um construto de monstro pra mantê-los ocupados, enquanto vai até Oa para tentar ultrapassar pela barreira protetora e atacar os Guardiões. Em confronto com Jordan, este anel é destruido e Sinestro aprisionado e levado a julgamento em Oa. O mesmo é condenado a ser aprisionado em Qward, viajando confinado numa redoma esmeralda.

2º ANEL: Surgiu em GREEN LANTERN 11 - 1962. No caminho para Qward, Sinestro revela possuir uma duplicata do 1º, escondido no solado de sua bota. Com ele firma um acordo com os Armeiros Qwardianos e cria um aparelho lançador de Raios de Controle Mental, e Jordan é o alvo. Ao final, Sinestro é derrotado pela Tropa dos Lanternas, submetido a lobotomia permanente através de sua própria arma. Surpreendentemente, seu anel não fora confiscado pela Tropa. Em GL 15, Sinestro reaparece usando este anel. Ao final, é submetido a lobotomização, desta vez de verdade, mas permanece com seu anel, que não é retirado por Hal Jordan.

FUNÇÕES: Cria construtos amarelos funcionais e ativos de qualquer forma e tamanho, conforme a imaginação do usuário;
Em casos especiais, cria construtos coloridos funcionais e ativos de qualquer forma e tamanho, conforme a imaginação do usuário.

Interfere na ação energética de um anel esmeralda, criando o efeito oposto no mesmo ou em sua bateria energética.

Moldar réplicas completas de outras personalidades no corpo do usuário.

Age controlando mentalmente suas vítimas, incutindo pensamentos relacionados a medo, ódio ou outro sentimento negativo, conforme a orientação de seu usuário.

ÚLTIMO DESTINO: Seu anel encontra-se confiscado pelos Guardiões do Universo. Contudo diversas duplicatas do mesmo encontram-se com os membros restantes da Tropa Sinestro.