Header image  

No Dia mais Claro, Na Noite Mais Densa, O Mal Sucumbirá Ante A Minha Presença

Todo O Que Venera O Mal Há De Penar, Quando O Poder Do Lanterna Verde Enfrentar!

 
line decor
    ::  
line decor
 

 
O SETOR 2814 E SUA COMPOSIÇÃO

O setor espacial 2814 abrange boa parte da Via Láctea, tendo como principais mundos civilizados:

-Orlana: Planeta correndo risco de ser ameaçado pela invasão dos Larifars. Um deles, Balzona, fora na frente para preparar o planeta para a invasão, mas teve seus planos mudados ao saber que seus colegas tinham sido aprisionados por ABIN SUR. Os nativos do planeta, então, foram poupados da assimilação de seu Fator-I, um elemento da genética humanóide que capacita para a evolução em estágios seguintes de tecnologia.

Anos após, os ungarianos iniciaram guerras fratricidas que assolaram o planeta. Um dos lados lançou um satélite de plasma para destruir os outros estados inimigos. Um outro país tentou desintegrar a arma, mas  ao fazer isto, detonou a bomba. Ungara fora desviado do seu eixo menos de 0,01 de grau, mas foi o suficiente para que terremotos abalassem o planeta com cidades inteiras sendo tragadas por fendas no chão, com 100 milhões de mortes. O oceano avançou sobre 3 continentes, submergindo-os e não deixando nenhum sobrevivente. Após os tremores cessarem  o planeta estabilizou-se numa nova órbita, afastado de seu sol, com o aparecimento de uma era glacial que continuaria dizimando o restante dos sobreviventes. HAL JORDAN  e ARÍSIA tentam salvar o planeta, criando uma lente gigantesca em uma das luas, formada de cristal, a fim de captar energia da estrela distante e derreter a calota polar, mas o plano dá errado, com a lente refletindo mais luz que o necessário, começando a criar incêndios gigantescos e muito calor. Arísia consegue ajustar a direção da lente gigantesca, fazendo com que o planeta recebesse o calor suficiente para derreter a geleira e fazer o clima de Ungara voltar ao normal.

-Vênus: Visitado por HAL JORDAN na realidade pré-Crise nas Infinitas Terras. Os humanóides, vida animal e vegetal que lá viviam foram apagados da existência no Pós-Crise.